Andar de moto na chuva é perigoso e uma fonte de preocupação para muitos motociclistas. Afinal, uma patinada no asfalto ou uma falta de atenção pode causar um acidente feio, com consequências ao físico do motorista. Porém, tem como pilotar moto na chuva com segurança seguindo algumas recomendações simples.

Por isso, nesse artigo você encontra nada menos do que 20 dicas para pilotar moto na chuva, que passam por cuidados com o veículo, com as suas roupas e até com os seus hábitos de pilotagem. Confira!

Como pilotar moto na chuva com segurança

1. Confira o funcionamento da sua moto

Já pensou sair de casa para pilotar moto na chuva e só no meio do caminho descobrir que algum equipamento de segurança importante não está funcionando?

Antes de ir para a rua em dias chuvosos, verifique especialmente a lanterna, as luzes de freio e de direção, que vão comunicar as suas intenções de movimentação e presença aos demais motoristas.

2. Vá mais devagar

Vale para os cuidados com a moto na chuva e para quem anda de carro também: quanto mais chuva, mais propenso a uma derrapagem está o motorista. Por isso, reduza a aceleração para garantir mais tração com o asfalto.

3. Tenha atenção à via

Se andar de moto na chuva é perigoso, então você precisa prestar uma atenção extra a tudo ao seu redor, certo? Quanto mais atento ao contexto da via estiver o motociclista, menores serão as necessidades de frenagens bruscas, que podem levar a quedas e derrapagens.

4. Garanta que você será visto

Mesmo que seja dia, um dos cuidados com a moto na chuva é sinalizar a sua presença. Afinal, as condições de visibilidade não estão piores só para você, mas para os demais motoristas também.

Portanto, ande sempre com os faróis acesos e jamais deixe de dar a seta para comunicar a intenção dos seus movimentos.

5. Evite ultrapassagens

As ultrapassagens são sempre movimentos com algum risco, mesmo em dias de tempo bom. Por isso, para garantir que você tenha como pilotar moto na chuva com segurança, tenha calma e evite ultrapassar para evitar acidentes. Essa recomendação é especialmente indicada quando você estiver em condições de desvantagem, como em curvas ou subidas.

6. Tenha atenção aos seus pneus

Um dos cuidados com a moto na chuva mais importantes é com as condições dos seus pneus. Afinal, esses elementos são os responsáveis por manter a tração do seu veículo com o asfalto, algo fundamental para evitar acidentes.

Por isso, antes de enfrentar um dia chuvoso nas vias, confira se o estado dos sulcos dos seus pneus, que fazem o escoamento da água para longe das rodas, estão dentro dos padrões de segurança para circular. 

Outro fator que precisa ser observado para pilotar moto na chuva é a calibragem: mantenha os valores sempre de acordo com as recomendações da marca fabricante. Isso é importante porque pneus descalibrados podem ser danificados mais facilmente ao passar por cima de sujeiras nas vias, galhos e outros obstáculos comuns em dias chuvosos.

7. Saiba como frear sua moto na chuva

Como frear moto na chuva? Com muita cautela e mão leve! Frenagens bruscas causam perda de aderência e derrapagem, que são um dos principais fatores de acidentes com motociclistas nessas condições climáticas. Isso sem falar no perigo de um carro que esteja vindo em seguida não conseguir realizar a frenagem com a mesma velocidade.

Se a sua moto estiver passando por uma derrapagem leve, então a maneira certa de como frear a moto na chuva é não acionar os freios e nem soltar o acelerador: basta aliviar o acelerador até que recupere o controle. 

Já se a derrapagem for intensa, então solte o acelerador, mas, novamente, não aperte o freio. Tente virar o guidão na direção que a moto está puxando e, em seguida, tente variar a direção do seu caminho até que recupere o equilíbrio. Caso você esteja em baixa velocidade, use o seu pé no chão como uma fonte de equilíbrio extra. Depois, pode voltar ao caminho que pretendia seguir normalmente.

8. Saiba fazer curvas na chuva

Sabe aquelas curvas em que o motociclista parece que vai deitar na via de tanta inclinação? Pois é, não tem espaço para elas se você quer saber como pilotar moto na chuva com segurança.

Tente jogar o seu peso para o lado de dentro da curva, para facilitar o movimento, mas deixe o veículo o mais vertical possível, reduzindo a possibilidade de derrapagens. Isso é importante para garantir que a banda de rodagem, parte que tem os sulcos dos pneus, permaneça em contato com o asfalto, ao invés da lateral da roda.

9. Mantenha distância dos veículos à frente

Se andar de moto na chuva é perigoso, andar colado aos outros carros é ainda pior. Com o asfalto molhado, todos os veículos, inclusive as motos, precisam percorrer mais espaço para realizar uma frenagem que em solo seco seria muito mais simples. Portanto, a necessidade de manter a distância para quem vai na frente é grande.

Assim, você tem a segurança de que conseguirá ver o movimento dos demais motoristas, observar com cautela qualquer comportamento indevido e frear lentamente, sem causar uma derrapagem.

10. A chuva virou um temporal? Pare e espere.

Eu sei que você tem pressa, está cansado, tem hora para chegar até o seu destino, mas nada é mais importante do que a sua vida. Parte dos cuidados com a moto na chuva passa por saber a hora parar em algum lugar seguro e não enfrentar a tempestade.

Por quê? Simples: diante de um aguaceiro intenso, a visibilidade fica muito ruim para você e para os demais motoristas. São grandes as chances de um condutor não ver a sua moto e acabar causando um acidente.

11. Não atravesse áreas alagadas

Além disso, a baixa visibilidade também traz a dificuldade de se blindar contra outros agravantes: buracos na estrada, um bueiro aberto, elementos escorregadios e obstáculos trazidos pelo vento podem ser difíceis de visualizar quando estão sob uma camada espessa de água.

Para piorar a situação, se a água passar do eixo da roda, ela pode invadir o cano de escapamento e o bocal do filtro de ar, causando não só danos financeiros, mas uma grande pane justamente no momento em que você mais precisa do veículo para chegar em casa.

Por isso, o melhor segredo é saber como pilotar moto na chuva, mas também entender a hora de respeitar a tempestade.

12. Observe o piso

O pneu da moto foi desenvolvido para andar no asfalto, onde ele tem uma melhor performance. Porém, outros tipos de revestimento podem causar um maior perigo de derrapagens, como o concreto dos estacionamentos de shoppings ou dos postos de gasolina.

Em dias chuvosos, até elementos simples, como as faixas de pedestres ou das divisões de pista pintadas no asfalto e os bueiros metálicos podem significar uma menor aderência. Tenha sempre atenção por onde você está andando e evite sair do asfalto.

O mesmo vale para se você for andar com a sua moto em locais irregulares, como um piso de terra. Todo o cuidado é pouco! Antes de partir, verifique se há condições seguras para o trânsito.

13. Repita os movimentos de quem já passou por ali

Uma maneira de garantir uma maior aderência ao solo é passar por caminhos que outros motoristas já livraram de obstáculos e de poças de água. Essa é uma boa prática para pilotar moto na chuva também porque também vai garantir que você não passe por cima de óleo derramado por outros veículos, que pode ser extra escorregadio quando molhado.

14. Ande pelas faixas centrais

Essa dica não parece fazer muito sentido, não é? Mas faz e nós explicamos o motivo: as ruas geralmente são construídas de maneira que a água escorra para as pistas laterais, onde se concentram os bueiros.

Portanto, ao trafegar pelas pistas centrais, você evita o acúmulo de água, bueiros que possam ter perdido suas vedações e também objetos que possam ter sido carregados pela força da água até essas laterais. Ou seja, três vezes mais seguro.

Como deve ser a roupa para pilotar de moto na chuva?

A roupa para andar de moto na chuva é aquela que te garante conforto térmico, proteção contra a água, visibilidade do ambiente ao seu redor, proteção contra possíveis quedas e que te faz visível aos demais motoristas. Confira alguns dos elementos que podem ser utilizados para essa finalidade.

1. Escolha a sua melhor viseira

Não é uma questão estética, é segurança: parte da roupa para andar de moto na chuva passa por escolher uma viseira que permita uma boa visibilidade dos seus arredores. Isso inclui não só o seu design, mas também a necessidade do equipamento estar limpo e sem riscos decorrentes do uso. Nada que afete a sua visão deve ser usado nos dias de chuva.

2. E o seu melhor capacete

Se você tem o hábito de transitar sem capacete pelas ruas da cidade, um dia de chuva não é o melhor momento para fazer isso. Garanta que você esteja usando um capacete que fique bem fixo à sua cabeça e seja bastante protetor contra impactos antes mesmo de sair de casa.

3. Adote roupas com materiais reflexivos

Seja na sua capa de chuva, nas calças ou na jaqueta, para pilotar moto na chuva é importante ver e ser visto. Por isso, ao escolher o seu equipamento de proteção, por via das dúvidas, prefira sempre aqueles com faixas reflexivas, que rebatem a luz dos faróis de volta para os demais motoristas, alertando que você está ali. 

4. Essa não é a hora de ser discreto

Ainda com a intenção de ser visto sem dificuldades, pense na possibilidade de ter um conjunto de equipamentos para pilotar moto na chuva que seja de uma cor mais chamativa. Amarelo flúor, laranja neon e outras cores bem acesas ajudam a refletir também a luz dos faróis e não permitem que você passe despercebido pelos demais motoristas.

5. Use equipamentos para mantê-lo seco e aquecido

Jaquetas impermeáveis, luvas e calças confortáveis e quentes são uma boa ideia para os dias em que você precisar pilotar moto na chuva. Afinal, o vento batendo contra o corpo em velocidade somado a roupas molhadas podem trazer uma sensação de frio que dificulte a concentração do motorista e faça ele se descuidar da segurança para chegar mais cedo à casa.

6. Adote uma bota para andar de moto na chuva

Em muitos momentos você pode precisar do seu pé apoiado ao chão para dar mais equilíbrio na sua direção ou para esperar um sinal abrir, por exemplo. Porém, quando o solo está alagado, não é saudável apoiar ao chão algum sapato que permita que água suja das ruas entre nos seus pés.

Além disso, objetos arrastados pela água ou tampas de bueiros abertas podem acabar machucando o seu pé, caso esteja usando um calçado que seja mais frágil. Portanto, é sempre uma boa ideia ter uma bota para andar de moto na chuva.

Se sentindo mais confiante para pilotar moto na chuva? Então, que tal aprender mais sobre o seu veículo preferido? Continue a sua leitura com os nossos artigos sobre qual é a moto mais cara do mundo e como é a injeção eletrônica em moto.

Conhece algum amigo que está procurando emprego na área?
Você está procurando emprego ou quer mudar de área?
Acesse nosso site emprega mecânico e se cadastre!